28 de jul de 2008

São Lourenço - “O Santo”


Não sou devoto de nenhum Santo, mas tenho em minha casa a imagem de um. É claro que não preciso falar qual é.

Adquiri o meu na cidade em uma das minhas visitas, entrei na loja e pedi uma imagem de São Lourenço. Não tinha a mínima idéia de como era, não conheço a imagem ou historia de quase nenhum dos santos católicos. A senhora que me atendeu, foi até a prateleira pegou uma pequena estatueta, embrulhou, paguei e fui para o Hotel.

Chegando no quarto fui conferir com calma como era a imagem do Santo homônimo da cidade que tanto amo. A principio não entendi o objeto que tinha nas mãos. Fiquei curioso e fui procurar. Trata-se de um grelha na mão do santo.

A Historia de vida, na verdade de morte, dele é meio “sinistra”, vou compartilhar aqui com vocês:

São Lourenço sofreu o martírio durante a perseguição de Valeriano, em 258. Era o primeiro dos sete diáconos da Igreja romana. Sua função era muito importante e o fazia, depois do papa, o primeiro responsável pelas coisas da Igreja. Como diácono, São Lourenço tinha o encargo de assistir o papa nas celebrações e administrava os bens da Igreja, dirigia a construção dos cemitérios, olhava pelos necessitados, pelos órfãos e viúvas. Foi executado quatro dias depois da morte de Sisto II e de seus companheiros. Preso, foi intimado a comparecer diante do prefeito Cornelius Saecularis, a fim de prestar contas dos bens e das riquezas que a Igreja possuía. Pediu, então, um prazo para fazê-lo, dizendo que tudo entregaria. Confessou que a Igreja era muito rica e sua riqueza ultrapassava a do Imperador. Foram-lhe concedidos três dias. São Lourenço reuniu os cegos, os coxos, os aleijados, toda sorte de enfermos, crianças e velhos. Anotou-lhes os nomes e os repassou à autoridade. Indignado, o governador condenou-o a um suplício especialmente cruel: amarrado sobre uma grelha, foi assado vivo e lentamente; em meio aos tormentos mais atrozes, ele conservou o seu "bom humor cristão", dizendo ao carrasco: Vira-me, que deste lado já está bem assado... Agora está bom, está bem assado... Podes comer!". O seu culto remonta ao séc. IV, sendo festejado a 10 de agosto.

Em tempo, São Lourenço é padroeiro do cozinheiros!

Fontes: Canção Nova e Presbitério Virtual

21 de jul de 2008

Caxambu - Parque e Teleférico


Bom... o Blog é de São Lourenço mas este Post é sobre Caxambu, cidade situada a apenas 26 km ou meia hora de estrada .

Para quem estiver visitando São Lourenço é altamente recomendado dar uma esticada nesta cidade que também faz parte do circuito das águas no Sul de Minas.

Minha dica é ir pela manhã e visitar o parque das águas de Caxambu, sair, almoçar e passear no teleférico.

O parque de caxambu, na minha opinião, não é tão belo quanto o de SL, mas suas águas ainda preservam o paladar de muitos anos atrás, neste ponto as águas são-lourencianas perdem feio, na minha ultima visita à caxambu me dei conta que poderia matar a saudade do sabor da água magnesiana, na verdade provei a água da fonte “Dona Leopoldina” e achei muito familiar. Não achei que fosse uma lembrança da própria fonte, pois já estive lá outras vezes, não me contive e retornei a fonte... Estava lá na plaqueta: “Água mineral alcalino-bicarbonatada, alcalino-terrosa, cálcica e magnesiana. É indicada para o fígado e intestinos”, se não for a mesma ,a água é muito próxima ao sabor original da fonte magnesiana do parque se São Lourenço. Acho que o resto das fontes seguem a mesma linha, estava tão inebriado pela melancolia que realmente esqueci de fazer a comparação das outras fontes.

O resto do parque também é bonito, o estilo das edificações das fontes é bem diferente de São Lourenço, enfatizam a monarquia e seus personagens, são elas:

Fonte Beleza
Fonte Conde D'Eu e Dona Isabel
Fonte D. Pedro
Fonte Viotti
Fonte Dona Leopoldina
Fonte Duque de Saxe
Fonte Venâncio
Fonte Mayrink
Fonte Enerstina Guedes

A exemplo de São Lourenço o parque também dispõe de um Balneário, que também é muito bonito.

A outra dica é o Teleférico, imperdível e por si só vale a viagem. Não dá nem para comparar com o de São Lourenço. O de Caxambu é enorme, atravessa o parque por cima do lago e logo é iniciada a subida que é fantástica e dá sim um certo medo.

No topo do morro tem um restaurante, lojas de souvenir e um Cristo. De seus mirantes a vista alcança bem longe abrangendo toda cidade e região.

Na hora de descer, se você ficou meio assustado(a) com a subida pode ficar tranqüilo(a), não sei o porque, mas a descida é muito mais tranqüila, alem da vista espetacular da cidade não causa medo algum.
Para maiores informações sobre as atrações procure em sites específicos da cidade, afinal a especialidade aqui é São Lourenço.

Baixe o arquivo com sua localização no Google Earth aqui (Não está claro como o de SL).

14 de jul de 2008

Antes e Depois VIII


Vinte e “muitos” anos estão entre as imagens acima, é um cantinho do parque que quase não mudou.

A Bilheteria para aluguel de barcos, pedalinhos & cia sempre esteve por ali, na frente dos banheiros e ao lado das lojas.

Por falar nas lojas, naquela época era um pouco diferente, não lembro muito bem porque era muito menino, mas podemos reparar que a loja imediatamente ao lado da bilheteria era um bar. Se não me engano de propriedade do Sr. Arthur, que até pouco tempo atrás era proprietário do restaurante “Galeria Gourmet”, o qual também se desfez. Após o bar tinha uma pequena entrada e por fim lojas que até onde consigo recuperar da memória vendiam lembranças e as famosa bolsas de palha.

Hoje a disposição das lojas estão opostas, o bar fica à direita e as lojas à esquerda.

Baixe o arquivo com sua localização no Google Earth aqui.

Ou tenha a visão por satélite das áreas próximas direto no seu browser através do GoogleMaps.